• de e le grecia
  • de e le suica
  • de e le londres

 
 

Ano: 2014
Nomes: Alessandra Stefani e André Paterlini
Idade: 32 anos
Residência: o mundo

Para chegar a esse endereço, muitos outros se passaram. Uma breve retrospectiva: aos 15 anos de idade ela, de Sorocaba, interior de São Paulo, conhece o taubateano André, em Orlando, na Disney. 3 anos de namoro. Um intervalo de 7 e um “segundo tempo” que já dura 8 anos, metade vivendo em Londres.
Ela, profissional de mídia, fez da terra da rainha manchete de jornal e, mais tarde, de um escritório de video on demand, seu ganha pão. Ele, engenheiro de software, desenvolveu não só programas, mas sua própria carreira. Tudo isso a um preço: passar mais de 1/3 do dia deles trancados num escritório.
Foi a inquietude dele que acendeu a luz de alerta:

“Que tal largarmos tudo e fazermos um mochilão de volta ao mundo?”

Proposta irrecusável para uma sagitariana. No dia 26 de abril de 2014, eram dois desempregados com um imóvel para desocupar em poucos dias. Tempo suficiente para os últimos ajustes para a aventura.

Agora o peso nas costas é só da mochila, não mais do trabalho. A rotina vai ser o imprevisto. E o escritório, o mundo.
O que esperar dessa experiência? Difícil dizer. Uma vida mais leve, mais solta, mais simples. E uma bagagem cheia de vivências.
Nosso endereço agora? É indefinido. Estamos perdidos no mundo, pra gente se encontrar.


  • Perdidos no Mundo perdidos no Deserto do Atacama – Chile
  • Dé Lê e Tô – Cuevas de Sal – Deserto do Atacama

Nome: Ettore Stefani de Medeiros
Idade: 23
Profissão: irmão-cunhado-publicitário

O primeiro adjetivo ele deve a ela: foi a insistência dela, ainda menina, de esconder a pílula da mãe, que resultou na existência dele.

O segundo adjetivo ele ganhou aos 5 anos de idade, quando o casal, que nem sonhava em ser perdido no mundo, se conheceu.

Já o terceiro adjetivo foi sendo moldado ao longo de mais duas décadas. A criança que fugia da lente das câmeras nas apresentações de escola, agora faz dela forma de expressão. Os seus traços de giz no papel eram o rascunho do que se transformaria em arte digital. As páginas do Harry Potter deram asas à imaginação de quem hoje brinca com as palavras.

Agora ele, homem feito e de barba, que faz de Santa Maria seu lar e do planeta sua fascinação, embarca virtualmente nesta viagem e empresta seus adjetivos para construir a história do Perdidos no Mundo.

A você, Ettore, nossa eterna gratidão.

Comentários no Facebook

Comentários no Wordpress

  1. Lucafran

    Taí… um belo processo de psicoterapia… Haja vivências e dinâmicas de grupo pelo caminho…
    Mas que sejam trilhas e descobertas que façam a diferença!
    Bon voyage!

  2. Marcia Ricci Oliveira Jacob

    Lê e Dé, parabéns pela coragem!
    O momento é este e fazem muito bem em aproveitar.!
    Estou adorando o Blog e fotos, além de estar viajando com vocês.
    Que esta seja uma experiência maravilhosa!
    Beijos da tia.

    • Andre Paterlini Oliveira Vieira andrepo

      Muito obrigado por nos acompanhar. Estamos adorando conhecer coisas novas e poder compartilhar com vocês o que vemos. Bjs

  3. Enéias de Assis Rosa Ferreira

    Olá André. Vc se lembra dos preparativos iniciais para sua ida ao Canadá fazer pós graduação? Analisei, como advogado, o contrato de prestação de serviços da empresa que iria administrar o intercâmbio. Seu pai estava junto. Aliás, ontem, 05.06.14, estive com ele em reunião da associação de que ambos somos integrantes. Encontramo-nos com regularidade e sempre ele comenta sobre vcs. Parabéns pela iniciativa. Certamente agregará muito a vcs, para sempre, essa experiência magnifica que iniciaram.
    Vou pedir um favor: vc teria alguma sugestão prática sobre em menos de 20 dias conhecer principais locais do Reino Unido? Viajando de trem.
    Grato e felicidades.
    Enéias

    • Olá, Enéias. Tudo joia? Que gostoso conhecer o Reino Unido de trem… Nós fizemos alguns passeios de trem por lá. No verão (entre junho e agosto) a temperatura é bem mais gostosa, mas tudo é mais cheio também. Além de Londres (onde recomendamos visitar ao menos o Palácio de Buckingham, Big Ben, Imperial War Museum, British Museum e Hyde Park), também fomos para os seguintes lugares de trem:

      Edinburgo: na Escócia – tem um castelo lindíssimo por lá, além de tour pra destilaria de whiskey e pras highlands.
      Windsor (pertinho de Londres): tem um castelo lindo (http://www.royalcollection.org.uk/visit/windsorcastle)
      Oxford e Cambridge: cidades universitárias. Em alguns lugares há passeio de gôndola e visita às famosas universidades, bem no estilo Harry Potter.
      Brighton: praia de pedra (a gente nunca conseguiu nadar lá. A água é bem gelada)
      Hampton Court (pertinho de Londres): a cidade fica na beira do rio Tâmisa. Dá pra alugar barco. Tem um castelo charmoso.

      Nunca fomos a Stonehange (onde estão aquelas misteriosas pedras que ninguém sabe ao certo como foram parar lá) e Bath (onde rolavam os banhos romanos). Mas muita gente recomenda. Há quem vá de trem, mas também rolam excursões de ônibus saindo de Londres.

      Espero que as dicas tenham ajudado. Se tiver outras dúvidas, é só nos escrever que a gente tenta auxiliar.

      Abraços.

  4. Vella

    Olá Alessandra parabéns pela iniciativa que vocês possam realmente encontrar aquilo que procuram, mas sei que que já encontraram, o amor um para com o outro e também as maravilhas que Deus criou nesse mundão tão maravilhoso, muitos desejariam ter este desprendimento mas não conseguem, abraços e sucesso. fique com DEUS…

    • Andre Paterlini Oliveira Vieira Alessandra

      Vella, querido. Quanto tempo! Palavras lindas… Muito obrigada pelo seu carinho. Deu sim um gelinho na barriga deixar tudo pra trás, mas a experiência está sendo única. Muito lugar lindo e gente incrível esse mundão tem:-) Quando der, dê uma espiada aqui… Um beijão pra vc.

  5. Meire J.F.Cappuccelli

    Vocês deveriam divulgar essa idéia por aqui (tipo “Fantástico”, quem sabe). Com certeza a Alessandra ainda tem contatos bons. Isso poderia ajudar muita gente que tem vontade mas não tem a coragem de vocês. E encheria de orgulho os queridos Paulo e Lêda, que tanto os amam. Bjs

    • Andre Paterlini Oliveira Vieira André Paterlini Oliveira Vieira

      Olá, Meire. Valeu pela dica. Não nos falta vontade. Estamos investindo pra deixar o site e redes sociais interessante pra quem quer cair nesse mundão. Toda ajuda de divulgação é bem-vinda:-) Beijos

  6. Cida Madureira

    Oi Lê, tudo bom?
    Que delícia não viver o mundo, poucas coisas devem ser melhor que isso! Fiquei feliz em saber de vocês!!!
    Beijo grande!!!

    • Andre Paterlini Oliveira Vieira André Paterlini Oliveira Vieira

      Cidinha, querida! Que saudade de vc! Penso muito em vc nessa viagem e me lembro de várias coisas que nos ensinou. Vc poderia estar aqui, hein… Tá sendo uma experiência única, principalmente em Cuba, um mundo à parte. Logo mais escrevemos um post sobre nossa estadia por lá. Um beijão.

  7. Eu leio muitos blogs de gente que caiu no mundo, mas queria saber de vocês, como casal, na real, na lata: de onde vem o dinheiro? Vocês juntaram antes ou fazem trabalhos remotos? Grata

  8. Eduardo Silva

    Nossa estou impressionado com o blog de vocês, parabéns, só uma perguntinha, pra não iludir pessoas a quererem fazer o mesmo de cara, pois incentiva, instiga rsrsrsrs qual a renda de vocês pra se manter nesse mundão????

    • Alessandra Stefani Alessandra Stefani

      Obrigada, Eduardo. Fizemos uma economia grande pra gente conseguir se manter viajando por um ano. Vendemos coisas e o dinheiro que iríamos usar pra financiar uma casa, investimos na viagem. É uma questão de prioridades. Veja este post pra ter uma ideia melhor de quanto investimos.

Não é possível comentar esse post